Entenda melhor o Pterígio

O pterígio é um crescimento da membrana composta por um tecido fibroso e vasos sanguíneos que costumam crescer no canto dos olhos se direcionando à córnea do paciente. A impressão que fica é que tem “carne nos olhos”. Pode ocorrer em um ou em ambos os olhos.

A razão do pterígio é a alta exposição dos olhos aos raios ultravioleta de forma contínua e crônica sem uma proteção adequada. Outro fator que acelera o crescimento é a exposição direta à poeira e vento e a poluição.

Sintomas Pterígio

Os sintomas mais comuns são de uma visão turva, um comichão no olho, coceira, lacrimejamento, ardência, uma sensação de corpo estranho, queimadura, olho seco, vermelhidão e inflamação nos olhos.

Em casos mais graves, pode crescer com progressividade sobre a córnea, distorcendo-o e causando o astigmatismo. Além disso, a sensação é que há areia nos olhos o tempo todo.
Esteticamente, a aparência é como se tumor invadisse a íris e que modifica a função visual por causa da deformação da córnea. Porém, não é preciso se desesperar, porque com o tratamento a “carne nos olhos” desaparece.

Tratamento Pterígio

O tratamento é a exérese do pterígio, ou seja, a remoção cirúrgica por meio ou do transplante da conjuntiva ou da membrana amniótica com propriedades anti-inflamatórias e antibióticas.
As cirurgias são rápidas, exigindo a anestesia local e duram até 30 minutos. Colírios anti inflamatórios e tratamento com radiação são medidas terapêuticas para eliminar o pterígio. No pós operatório, é importante o uso dos óculos escuros para que não ocorra o retorno.

É importante que o paciente procure a Dra. Magda Miranda para definição do melhor tratamento para que o paciente possa retornar às suas atividades normais.

Agende já sua avaliação e conte com nosso atendimento humanizado e personalizado para tratar o pterígio. Estamos na melhor localização de Osasco e estamos á sua espera.

Perguntas Frequentes

O que é o pterígio?

Chamado popularmente de “carne nos olhos”, é o crescimento de uma membrana composta de um tecido fibroso que atrapalha a visão do paciente.

Pode ser congênito?

Não há relatos de hereditariedade no pterígio. A única causa é a exposição exagerada aos raios ultravioleta do sol.

O pterígio pode me deixar cego?

Apesar de não causar cegueira, o efeito colateral da patologia é o aparecimento do astigmatismo, porque o tecido acaba atrapalhando a córnea, que perde a totalidade da produção da imagem na retina do indivíduo.

Posso usar qualquer óculos escuros depois de tirar o pterígio?

A recomendação médica é utilizar óculos de boa qualidade e que tenham proteção UVA e UVB para acelerar o pós- operatório. E também tomar muito cuidado e evitar se expor ao sol em horários de maior incidência do sol.

Porque tratar o pterígio com a Dra. Magda Miranda?

Dra. Magda Miranda tem experiência e competência neste procedimento, utilizando os melhores materiais e a melhor estrutura do mercado para te ajudar neste momento com toda a privacidade para o paciente.

Pergunte à Dra. Magda

Ainda ficou com dúvidas? Deixe sua pergunta.

Dica

O pterígio não permite que a pessoa se exponha ao sol e prejudique o olho. Por isso, evite ao máximo se expor ao sol sem uma proteção adequada e olhar para o astro por muito tempo. Além disso, use óculos de qualidade para evitar a entrada de poeira nos olhos.

Agende uma Consulta

Quer saber mais a respeito? Agende uma consulta com a gente e faça uma avaliação. Teremos o prazer em esclarecer todas as suas dúvidas e definir o melhor procedimento para o seu caso.

Nosso Blog

Confira o blog e conheça as novidades, descobertas, curiosidades e como cuidar da saúde dos seus olhos com a nossa Clínica de Catarata da Dra. Magda Miranda. Boa leitura!

Depoimentos

Nossa história se resume nas experiências e resultados vividos por nossos pacientes. Confira o que as pessoas contam de nossos resultados.

Mande um Whatsapp!
Nosso Whatsapp Agende Agora