Entenda melhor a Conjuntivite Bacteriana

A conjuntivite bacteriana possui menos casos do que a do tipo viral e começa quando uma bactéria acomete a região dos olhos, sendo transmitida pelo contato entre as secreções do olho a partir de uma secreção já contaminada.

Existem 5 bactérias que podem causar a conjuntivite bacteriana

São elas:

  • Streptococcus pneumoniae;
  • Staphylococcus aureus;
  • Moraxella catarrhalis;
  • Pseudomonas aeruginosa;
  • Haemophilus influenzae.

O contato pessoal é a única forma de transmissão. Os sintomas presentes são a vermelhidão, a presença da secreção espessa e amarelada, a produção em excesso das lágrimas, a coceira e dor nos olhos, hipersensibilidade à luz e a sensação de areia nos olhos. Um dos diferenciais em relação ao tipo viral é a presença de inchaço na região dos olhos.

Quando os sintomas aparecem e persistirem de dois a três dias, o paciente deve ir ao oftalmologista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento, a partir do uso de antibióticos e métodos de lavar diariamente toalhas, lençóis e fronhas separadamente.

Quanto tempo dura a Conjuntivite Bacteriana?

O tempo de duração da conjuntivite bacteriana é semelhante ao modo viral, de 10 a 14 dias, cessando naturalmente após este período.

Resolva a Conjuntivite Bacteriana com um tratamento feito especialmente para você. Faça sua avaliação na Clínica da Dra. Magda Miranda e receba o melhor atendimento com a melhor infraestrutura da região.

Perguntas Frequentes

Quais as principais causas da Conjuntivite Bacteriana?

A principal causa da Conjuntivite Bacteriana é a entrada de uma das 5 bactérias causadoras da irritação pelo contato com uma pessoa que já tenha a bactéria alocada.

Quais são estas bactérias?

Streptococcus pneumoniae, Staphylococcus aureus, Moraxella catarrhalis, Pseudomonas aeruginosa e Haemophilus influenzae.

Quais os tipos de exames que se costuma fazer para confirmar o diagnóstico?

Para a conjuntivite bacteriana, a Dra. Magda Miranda utiliza o teste de lágrimas, que verifica se o alguma bactéria ou vírus está presente no olho do paciente.

Meu olho coça, mas não está vermelho. Mesmo assim, pode ser conjuntivite bacteriana?

A bactéria já pode estar incubada na pessoa e não apresentar os sintomas da conjuntivite, porque há um tempo de um a quatro dias para que comece a agir. Se houver suspeita, consulte já o oftalmologista.

Essas bactérias são perigosas?

Apesar de ser uma bactéria, ele costuma passar no prazo de uma semana a 15 dias de forma natural, sem prejudicar o paciente. Acaso continue se manifestando além deste tempo, a avaliação do oftalmologista é fundamental para entender se pode estar atrelado a outra doença.

Pergunte à Dra. Magda

Ainda ficou com dúvidas? Deixe sua pergunta.

Dica

Detectar a conjuntivite bacteriana no início pode te ajudar a evitar o contágio para seus amigos e mais próximos. Consulte a Dra. Magda Miranda assim que os primeiros sintomas de coceira e vermelhidão começarem a aparecer e evite a sua proliferação.

Agende uma Consulta

Quer saber mais a respeito? Agende uma consulta com a gente e faça uma avaliação. Teremos o prazer em esclarecer todas as suas dúvidas e definir o melhor procedimento para o seu caso.

Nosso Blog

Confira o blog e conheça as novidades, descobertas, curiosidades e como cuidar da saúde dos seus olhos com a nossa Clínica de Catarata da Dra. Magda Miranda. Boa leitura!

Depoimentos

Nossa história se resume nas experiências e resultados vividos por nossos pacientes. Confira o que as pessoas contam de nossos resultados.

Mande um Whatsapp!
Nosso Whatsapp Agende Agora